Eclipse Anelar de 26 de Fevereiro de 2017

Hoje, por volta das 10:50, tirei uma foto do que deveria ser um Eclipse Anelar. 😉 Acredito que, de onde eu estava, o anel não seria visível. Mas, de qualquer jeito, ainda assim ficou uma foto bacana:

Eclipse Anelar de 26 de fevereiro de 2017

Quem for ser aventurar a fazer uma dessas, tome as precauções devidas, tanto para seus olhos quanto para seu equipamento. No meu caso, antes de apontar a lente para o sol, eu coloquei o ISO no mínimo, a menor abertura possível e o tempo mais rápido que minha câmera era capaz de fazer. Além disso, havia um filtro polarizador na lente (que “come” +/- 1 ponto de exposição) e, também, fiquei segurando uma chapa de radiografia na frente. Aí, fui aumentando o tempo de exposição até que a imagem foi se formando no “Live View“. Ah, claro que a câmera estava num tripé! 🙂

Continue lendo “Eclipse Anelar de 26 de Fevereiro de 2017”

11ª Aula de Fotografia

A professora dedicou essa aula ao assunto “Tema” (por que o fotógrafo faz do jeito que faz), nos instigando aos seguintes tópicos:

  • O olhar de dentro;
  • Intimidade com o assunto;
  • Simples vs. Sensacional.

Debatendo os tópicos, vimos que eles convergem para a seguinte conclusão: não há necessidade de buscar o tema no mundo externo ao do nosso cotidiano. Ele está sempre mais perto do que esperamos, ou seja, não é necessário ir para Ásia para fazer um ensaio legal.

Continue lendo “11ª Aula de Fotografia”

10ª Aula de Fotografia

Hoje, nós vimos os diversos elementos de composição. Obviamente, foi bastante material, mas, como parece ser praxe em várias coisas da vida, o assunto está longe de se esgotar. A questão mesmo não é a quantidade, e sim como e quando usar. Na apostila há uma frase que, ao mesmo tempo que me aliviou, me deixou preocupado: “(…) Dentro deste contexto, a composição visual se diferencia das demais por ser o único momento no qual compomos na mesma linguagem do artefato: a cena é vista, o acontecimento se desenrola durante o ato fotográfico. É, portanto, mais intuitiva, menos pragmática e cartesiana, ainda que exista uma ordem.” Bom, esse é um dos motivos de estar nesse barco: resgatar a intuição no meio desse meu mar cartesiano! Feito o “desabafo”, vamos aos elementos:

Continue lendo “10ª Aula de Fotografia”

App – Ângulo de Visão

Meu amigo Vinicius Mimão está fazendo o mesmo curso de fotografia que eu. No entanto, ele começou um mês antes e, por isso, já está mais avançado. Um dos tópicos que ele viu recentemente é um detalhamento sobre as objetivas e como se relacionam as distâncias focais e ângulos de visão.

Continue lendo “App – Ângulo de Visão”

9ª Aula de Fotografia

Para essa aula, cada aluno devia escolher e trazer dez fotos entre as tiradas na última saída fotográfica. As minhas foram:

O professor avaliou e comentou o ensaio de cada um dos alunos e também propôs nova triagem e ordem de fotos. No meu caso ficou assim:

Convenhamos que a ordem faz uma bela diferença.

Até o próximo post.

8ª Aula de Fotografia

Hoje foi nossa primeira aula sobre Composição, com a professora a Daniela Agostini. As expectativas sobre esse tema são grandes! Eu, por exemplo, já conhecia um pouco da técnica de como fotografar manualmente (“quando era pequeno lá em Barbacena”, meus pais tinham uma Pentax KX e me ensinaram a usá-la), mas sempre me questionei sobre o “olhar fotográfico”. E, mesmo já tendo lido sobre o tema e aprendido algumas “dicas” básicas (regras dos terços, por exemplo), sempre pareceu faltar algo nas minhas fotos. A esperança é que esse módulo ajude a preencher esse vazio…

Continue lendo “8ª Aula de Fotografia”

7ª Aula de Fotografia

Chegou o grande dia! Marcamos às 9:00 em frente à “Aranha“. O dia estava nublado, o que seria bom até certo ponto. Foram quatro horas de caminhada e muitos cliques. Tentei seguir as dicas angariadas anteriormente, mas me esqueci de uma ou outra. Uma que esqueci completamente foi o de ser seletivo, apesar de algumas vezes ter conseguido algo nesse sentido.

Continue lendo “7ª Aula de Fotografia”

Resumo: Michael Melford

Como preparação para a saída fotográfica, assisti aos vídeos comentados no post anterior. Só posso dizer que as dicas do Michael Melford são valiosíssimas! Achei o começo bem importante, onde ele diz que, para ser um bom fotógrafo, existem duas partes a saber: 1) a parte técnica, onde você deve conhecer sua câmera, ser capaz de usá-la; 2) a parte estética, onde você deve saber “ver”. E é nessa parte que ele diz que pode tentar nos inspirar com suas dicas. Segue um resumo:

Continue lendo “Resumo: Michael Melford”

App – Fotometria

Já faz um tempo que estava com vontade de estudar algumas tecnologias que “andam na moda”:

E, nas primeiras aulas de fotografia, estudamos muito a questão de fotometrias equivalentes.

Continue lendo “App – Fotometria”