7ª Aula de Fotografia

Parque Ibirapuera

Chegou o grande dia! Marcamos às 9:00 em frente à “Aranha“. O dia estava nublado, o que seria bom até certo ponto. Foram quatro horas de caminhada e muitos cliques. Tentei seguir as dicas angariadas anteriormente, mas me esqueci de uma ou outra. Uma que esqueci completamente foi o de ser seletivo, apesar de algumas vezes ter conseguido algo nesse sentido.

Achei o exercício proposto bem difícil e, ao mesmo tempo, enriquecedor. É muito interessante o estado mental em que você vai entrando: você, a câmera e sua mente tentando achar algo de interessante, tentando pensar na configuração a ser colocada, lembrando o que estudou, às vezes instintivamente, às vezes conscientemente.

Só posso dizer que não gostei muito do resultado. Quando vi as fotos, não eram nada daquilo que tinha imaginado que iam ficar! Mas, parece que é normal. 🙂 O próximo passo será escolher dez imagens. Nelas, vou tentar fazer algum tratamento; o principal será o de saturar um pouco as cores. Enquanto isso, segue algumas candidatas:

Até a próxima!

Autor: Ramon Chiara

Sou Bacharel em Ciências da Computação pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC-USP) e Mestre em Ciências da Computação e Matemática Computacional pela mesma instituição. Já atuei como Desenvolvedor, Líder de Equipe e Sócio em empresas do Pólo Tecnológico de São Carlos e em São Paulo. Em 2002, fui co-autor do livro "Aprendendo Java 2". Atualmente, sou Analista de Sistemas no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, desenvolvendo sistemas Web em Java e, ultimamente, atuando na área de Segurança da Informação; e, Professor Universitário no Centro Universitário Senac, lecionando disciplinas ligadas à programação. Tenho, na Fotografia e no Aikido, um pouco de intuição nesse meu mar cartesiano. Mais recentemente, me formei em Professional & Self Coaching pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC) e esse mar, agora, virou um oceano de possibilidades a serem desvendadas!

Deixe uma resposta