Ramon Chiara

Programming is my Passion

Autor: Ramon Chiara (Page 1 of 3)

Desenho do Eneagrama com HTML5 e CSS3

Hoje consegui terminar de fazer o desenho do Eneagrama usando HTML5 + CSS3.

Você pode encontrar o código no codepen.io: https://codepen.io/ramonchiara/pen/LBOeEW.

Para quem não sabe, o Eneagrama é uma ferramenta que nos leva a refletir sobre quem somos; muito além da nossa personalidade que desenvolvemos ao longo da nossa vida, que nos faz sair da nossa essência.

A minha amiga Beth escreveu um e-book sobre ele na Amazon: http://livro-eneagrama.selfpsicologia.com.br/

 

 

 

 

Mas, para quê todo esse trabalho? Além de estar querendo aprender um pouco mais sobre essas técnicas de CSS3, foi para um aplicativo online onde você poderá responder o questionário do Eneagrama e descobrir seu tipo!

Você pode encontrá-lo no site da Beth ou no site da minha esposa Fabiana Chiara, uma super mega top Coach em Autoconhecimento.

Banner para posts de Aikido onde aparece um aikidoísta aplicando um Kote Gaeshi em outro.

Exame de Faixa para 2º Kyu

Vamos deixar registrado aqui mais um exame de faixa concluído com sucesso! 🙂

Confesso que deve ter sido o exame em que estive mais nervoso. Isso é uma coisa que preciso trabalhar, não só para os exames, mas também para outras situações (sim, uma arte marcial te ajuda em vários outros aspectos da sua vida; recomente que pratique alguma!).

Bom, segue um registro fotográfico:

Exame de Faixa para 2º Kuy

Exame para 2º Kyu concluído!

Ah! O pai do meu uke e amigo Gustavo filmou o meu exame 😯 😳

Ler mais

Banner para posts de Aikido onde aparece um aikidoísta aplicando um Kote Gaeshi em outro.

Exame de Faixa para 3º Kyu

Amanhaceu, peguei a viola, botei na sacola e fui… fazer exame de faixa! Dessa vez para a verde! E, olha só, dessa vez nem deu tempo de ficar nervoso! Anunciaram “Agora, passamos para o exame para 3º Kyu. Ramon Chiara. Próximo, (não lembro o nome)…”. Recordei os tempos de escola, em que ninguém queria ser o primeiro a apresentar o trabalho, mas, quem o fazia, já se livrava! E, foi o que aconteceu! 🙂

Estas últimas semanas estive treinando meu Self 2 e fui para lá confiante nele! 😉 E, claro, ele me ajudou bastante! #coachesentenderão

Como você pode ver na foto, o Cremona Dojo Aikido estava em peso lá! Quatro indo para amarela, quatro indo para roxa e três indo para verde! Gratidão ao Cremona Sensei e a todos os amigos de lá!

Ler mais

Eclipse Anelar de 26 de Fevereiro de 2017

Hoje, por volta das 10:50, tirei uma foto do que deveria ser um Eclipse Anelar. 😉 Acredito que, de onde eu estava, o anel não seria visível. Mas, de qualquer jeito, ainda assim ficou uma foto bacana:

Eclipse Anelar de 26 de fevereiro de 2017

Quem for ser aventurar a fazer uma dessas, tome as precauções devidas, tanto para seus olhos quanto para seu equipamento. No meu caso, antes de apontar a lente para o sol, eu coloquei o ISO no mínimo, a menor abertura possível e o tempo mais rápido que minha câmera era capaz de fazer. Além disso, havia um filtro polarizador na lente (que “come” +/- 1 ponto de exposição) e, também, fiquei segurando uma chapa de radiografia na frente. Aí, fui aumentando o tempo de exposição até que a imagem foi se formando no “Live View“. Ah, claro que a câmera estava num tripé! 🙂

Se você gostou deste post, curta e compartilhe! 😉 Um grande abraço e até breve!

Matrix

Hash Calculator

Recentemente, comecei a me envolver com a área de Segurança da Informação e, por conta de um trabalho, tive que estudar um pouco sobre o mecanismo de armazenamento e processo de autenticação de alguns sistemas. Isso me levou ao assunto sobre hashing e ao seu encadeamento com outros algoritmos.

Para me ajudar com esses estudos e cálculos, fiz um programa que batizei carinhosamente de Hash Calculator e disponibilizei no endereço http://apps.ramonchiara.com.br/HashCalculator/. O código não está lá essas coisas, mas está disponível no GitHub.

O projeto permite o cálculo de hashes usando MD2, MD5, SHA, SHA-224, SHA-256, SHA-384 e SHA-512, que são os que estão disponíveis em Java. Além disso, você pode fornecer a entrada em ASCII, Hexa e Base64, bem como somente visualizá-los nesses formatos.

Se você tem interesse nessa área e quiser contribuir com o projeto, fique à vontade para fazer um fork e propor alguns pull requests! 😉

Banner para posts de Aikido onde aparece um aikidoísta aplicando um Kote Gaeshi em outro.

Exame de Faixa para 4º Kyu

Hoje, realizei o exame de faixa para 4º Kyu, a faixa roxa. Confesso que estava bastante ansioso e tive que me concentrar bastante para não ser dominado pelo nervosismo. Em determinando momento, o que me salvou foi o curso de Coaching que fiz recentemente. Lá, aprendemos sobre Self 1 e Self 2. Trata-se, basicamente, do consciente e inconsciente e como podemos usá-los de forma melhor. E, acredite, meu Self 2 me salvou hoje!

Ler mais

Banner para posts de Aikido onde aparece um aikidoísta aplicando um Kote Gaeshi em outro.

Exame de Faixa para 5º Kyu

E, hoje foi dia de fazer meu primeiro exame de faixa no Aikido. O evento é realizado na FEPAI (Federação Paulista de Aikido), um local bem bacana. Fiquei um pouco nervoso, mas deu tudo certo! 😉

Ler mais

Tema Fotográfico

11ª Aula de Fotografia

A professora dedicou essa aula ao assunto “Tema” (por que o fotógrafo faz do jeito que faz), nos instigando aos seguintes tópicos:

  • O olhar de dentro;
  • Intimidade com o assunto;
  • Simples vs. Sensacional.

Debatendo os tópicos, vimos que eles convergem para a seguinte conclusão: não há necessidade de buscar o tema no mundo externo ao do nosso cotidiano. Ele está sempre mais perto do que esperamos, ou seja, não é necessário ir para Ásia para fazer um ensaio legal.

Ler mais

Composição

10ª Aula de Fotografia

Hoje, nós vimos os diversos elementos de composição. Obviamente, foi bastante material, mas, como parece ser praxe em várias coisas da vida, o assunto está longe de se esgotar. A questão mesmo não é a quantidade, e sim como e quando usar. Na apostila há uma frase que, ao mesmo tempo que me aliviou, me deixou preocupado: “(…) Dentro deste contexto, a composição visual se diferencia das demais por ser o único momento no qual compomos na mesma linguagem do artefato: a cena é vista, o acontecimento se desenrola durante o ato fotográfico. É, portanto, mais intuitiva, menos pragmática e cartesiana, ainda que exista uma ordem.” Bom, esse é um dos motivos de estar nesse barco: resgatar a intuição no meio desse meu mar cartesiano! Feito o “desabafo”, vamos aos elementos:

Ler mais

Page 1 of 3

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén